Qui, 23 de Outubro de 2014

Nanã Buruquê - A Orixá primordial

altPara começarmos a falar de nossa querida Orixá Nanã Buruquê, permitam-me uma introdução:

 


Em um mito da cultura Yorubá, fala-se de um momento em que Deus (Olorum) manda Oxalá criar o ser humano. Oxalá começa a procurar de que material iria fazer este homem e esta mulher, e após várias tentativas decide pedir a ajuda a Nanã, a senhora do barro e da lama.

Esta então aceita ajudar Oxalá e empresta seu barro, mas impõe uma condição:
“Após um tempo na terra (aiê) os restos dos homens e mulheres deveriam voltar para seu domínio"
Oxalá aceitando a condição pega o barro e molda os seres humanos que com um sopro de Olorum (Deus) o barro ganha a vida.

 

 


Este mito é muito conhecido de muitos de vocês, não é verdade? Vocês já não ouviram esta história com outros personagens?
Pois é, no livro primeiro da Bíblia, o Gênesis, existe uma história muito semelhante:
No capítulo 2, versículo 7 da Gênesis: 
“E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.”

Povos distintos, que viveram em épocas diferentes e em locais diferentes, mas que inspirados deram uma explicação muito semelhante à origem do homem.
Mas vejam como outra passagem também traz esta semelhança:

 

 

Gênesis capítulo 3, versículo 19
“No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás”

 


Contribuindo para todo este mistério que envolve este nosso Orixá, vamos adentrar em outra religião que, tal qual o cristianismo, influenciou a formação da nossa Umbanda: os Candomblés.


Se formos a uma casa de Candomblé de Ketu encontraremos a Orixá Nanã, e este Orixá será considerado de origem Jeje. Se formos para uma casa de nação Jeje encontraremos a Vodum (semelhante a Orixá para as nações Jeje) Nanã. Se formos em uma casa de nação bantu (Angola ou Congo) encontraremos músicas que fazem referência a Nanã toda vez que se fala da Inquice (semelhante a Orixá para as nações bantus) denominado Mameto Zumbá, e que tem as mesmas características e as mesmas atuações da Orixá Nanã.
E o mais curioso de tudo é que seja nos Jeje (Mahi ou Mina), seja entre os yorubás (ketu), seja na nação bantu, a saudação para esta divindade será sempre a mesma: “Saluba”.


Não é casual esta semelhança entre a tradição judaico-cristã, os yorubás, os jejês e os bantus. Esta semelhança demonstra a anterioridade desta Orixá, ou seja a sua antiguidade, de como veio primeiro. Por esta razão chamamos Nanã de avó dos Orixás.


Começamos assim a descrever Nanã para que todos possamos perceber como este Orixá é cercado de mistério, de importância e para que possamos perceber a abrangência de sua atuação.


Nanã é a responsável pela vida que conhecemos, seu barro primordial moldou a vida e continua a moldá-la todos os dias. Por isso, na Umbanda, a Orixá Nanã fornece a energia e a matéria necessárias para as materializações e desmaterializações. É a força divina que molda tudo dando-nos, além da vida, a saúde e também a oportunidade das reencarnações.


É da união da terra e da água que se possibilita a existência da vida vegetal. Afinal sem a água para irrigar os campos nada existiria. E sem a vida vegetal não teríamos outras formas de vida na Terra que conhecemos hoje.


Do pós vieste ao pó retornarás, ou seja, Nanã é a Orixá que acompanha a deterioração do corpo carnal, pois o corpo material voltará a pertencer a Nanã. Desta afirmação descobrimos a razão de muitos mitos trazerem Omolu como filho de Nanã, isto é, encontramos a explicação da proximidade entre Nanã e Omolu/Obaluaê.


Se foi de seu barro que foi moldado o homem e a mulher, é de seu barro (e assim leia-se de sua emanação) que poderemos encontrar as forças para reinventarmos nossas vidas, renascermos diante do sofrimento e dos traumas. As forças de Nanã auxiliam a todos um novo começo, nos dá um eterno poder de reinvenção. É a força divina que permite que tudo seja possível, pois é Nanã a essência de tudo que conhecemos, seja do ponto de vista da matéria astral, ou da matéria propriamente dita.


Representativamente é uma Orixá idosa, avó, e assim representa também a sabedoria e a experiência, desta forma é a Orixá que preside em nós a calma e a clareza de idéias, é quem nos dá o discernimento.


Nanã, da mesma forma que Omolu/Obaluaê e que Iansã, tem estreita ligação com a morte, o que dá a esta Orixá um papel relevante na condução e trato com as almas, e logicamente com toda a Umbanda.


Por ter esta representação, e pelas suas características, as energias emanadas de Nanã Buruquê são muito trabalhadas e utilizadas pelos pretos-velhos. E por ser uma Orixá que preside a formação da matéria fornece esta energia aos Exus e as Pombagiras.


No sincretismo religioso exigido e imposto pelo senhor aos escravos, os nossos ancestrais optaram por relacionar Nanã a Sant’Ana, ou seja a mãe de Maria. Pois tal como este santo da Igreja Católica, Nanã é a Mãe primordial, a que veio antes, a que preparou o terreno para os seus filhos. Ou seja, Sant’Ana veio antes e preparou Maria para que esta recebesse Jesus.


Senhora de todas as águas paradas, das águas profundas, dos pântanos e dos manguezais. São nestes sítios da natureza que podemos entrar em contato com esta Orixá, além de podermos pedir suas forças diante dos rios e mares.
 
A saudação é Saluba, ou Saluba Nanã, cujo significado é “nos refugiamos em Nanã”.


A comida ritualística, usada para oferendas e trabalhos em nossa casa é o purê de batata-doce-roxa, uvas roxas, lima da pérsia, milho branco cozido coberto com mel e com fatias de coco, além do acaçá (bolinho feito com fubá branco).


Sua cor é o roxo (em muitos locais o lilás).

Saravá a primordial, a essência, saravá Nanã, permita que nos refugiemos em tuas forças, Saluba Nanã

 

Escrito por Pai Caetano de Oxossi

Shtml erectile index dysfunction urology channel, medicine in two days no prescription herb dysfunction erectile.


TULAP - Terreiro de Umbanda Luz, Amor e Paz - Cabana do Pai Tobias de Guiné
Rua José Fernandes Maldonado, 255A Bairro Alto 
Curitiba - Paraná - Brasil
  Importante: Todas as informações contidas neste site são de responsabilidade de seus criadores, informações desenvolvidas pelo Terreiro de Umbanda Luz, Amor e Paz. Use estas informações com responsabilidade e ética.